Ortodontia Lingual
 
IMPLANTO ODONTO

Há mais de 30 anos dois ortodontistas, um japonês e um norte-americano propuseram, simultaneamente, a instalação dos aparelhos fixos pela face lingual (face de trás) dos dentes. Com finalidades bem distintas, Kinja Fujita, no Japão, pretendia proteger seus pacientes de golpes marciais levados nos lábios e Craven Kurz, com consultório em Hollywood, visava a esconder o “sorriso metálico” dos artistas que necessitavam melhorar a estética dental. Com recursos escassos e com pretensões nada modestas a Ortodontia Lingual, também chamada de “aparelho invisível”, tem seu início.

Uma euforia precipitada tomou conta dos profissionais da época, levando-os a praticar a técnica, impulsionados pela idéia de tornar o tratamento ortodôntico invisível. Entretanto, devido à falta de conhecimentos específicos, a Ortodontia Lingual foi deixada de lado durante mais de duas décadas. Algumas grandes empresas continuaram investindo em pesquisas para tornar viável um sistema de tratamento ortodôntico eficiente, confortável e totalmente estético para o paciente.

IMPLANTO ODONTO

Avanços significativos foram surgindo ao longo dos anos, principalmente na década de 90, onde resultados de tratamentos ortodônticos com aparelhos linguais despontavam na Europa, Ásia e EUA. Os braquetes (peças coladas aos dentes dos aparelhos fixos) apresentaram sucessivas modificações. As novas ligas de fios e braquetes autoligantes e facilitaram o trabalho e tornaram a técnica lingual uma solução de possível utilização em qualquer caso tratado pela ortodontia tradicional (Fig.1). As vantagens desse tratamento, nos dias de hoje, residem no fato de exigir uma fase.

Laboratorial mais simples para o ortodontista, sendo um tratamento de rápida resposta e de adaptação relativamente tranqüila.

 
Copyright© 2011 - Todos os direitos são reservados a Dr. José Ribamar
ddd
Midia Dream Soluções